segunda-feira, 27 de maio de 2013

73- laughing target

Warau Hyouteki

um filme pseudo-violento que começa por ser entendiante no início. fala sobre um rapaz, o yuzuru shiga que foi proposto para casar com a própria prima, azusa, porque a tia os forçou. ela queria dar continuidade à família shiga. quando essa altura chegou, o yuzuru já andava com uma outra rapariga que conheceu na escola, a satomi. a azusa comportava-se como namorada do yuzuru e nunca se interessou por outro rapaz sem ser ele, embora os outros tipos do colégio a adorassem. como a azusa não gostava de ver a satomi com o yuzuru, fazia-lhe a vida negra. a azusa atacou a satomi várias vezes, mas nunca a conseguiu magoar. o yuzuru era o centro das atenções, sempre que ia para o clube de tiro ao alvo, visto que ele acertava sempre no centro. a azusa aproveitou as setas dele para atacar a satomi. ela sabia que a azusa a atacava, mas não podia dizer isso ao yuzuru, porque ela ameaçou-a. de quê, não se sabe. no final, a azusa matou o juno, o cão da satomi. quando o yuzuru viu os álbuns, notou que a satomi tinha desaparecido de lá. ele telefonou-lhe para que ela não saísse do seu quarto, mas ela não tinha remédio, sem ser escapar das lesmas que a azusa produzia. ela estava possuída e tinha poderes sobrenaturais. o yuzuru viu que a azusa tinha desaparecido do quarto, e foi a correr pela rua com as setas. quando todos se encontraram, a azusa atacou-os com os cabelos, mas a satomi usou uma das setas para espetar nela. a azusa morreu e acabou. imagens (para quem não viu, na 2º imagem, o homem tem sangue a sair pela boca):



 photo zyyySemTiacutetulo_zps2931ca85.png
não há nenhum vídeo com as cenas violentas, mas há a versão legendada no youtube:

Sem comentários:

Enviar um comentário